Variante Ômicron já é prevalente no Brasil, admite ministro da Saúde

0

No entanto, Marcelo Queiroga diz que é preciso esperar para avaliar o impacto da nova cepa no país

Imagem|Internet

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira (11), o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, admitiu que a maioria dos casos confirmados de Covid-19 no Brasil nos últimos dias são de infecções provocadas pela variante Ômicron do coronavírus.

“A variante Ômicron chegou. Infelizmente, ela já é prevalente aqui no Brasil”, declarou Queiroga.

Entretanto, em uma entrevista exclusiva à CNN, o ministro afirmou que a cobertura da vacinação da população brasileira faz com que o grande do número de casos não provoque um aumento de internações e mortes.

“O vírus é imprevisível. Naturalmente que estamos observando esse aumento de casos. Ainda é necessário esperar mais um pouco para verificar o impacto que essa variante trará sobre o nosso sistema hospitalar e até mesmo em óbitos para que tenhamos um prognóstico mais definitivo”, comentou Queiroga.

O ministro defende que a cobertura vacinal completa é a única forma de vencer a pandemia. Para tentar mapear a variante Ômicron e seus efeitos, o Ministério da Saúde prometeu distribuir 28 milhões de testes rápidos até o fim do mês. Mas diante de um aumento do número de casos, estados e municípios já planejam medidas de restrição. O governo de São Paulo, por exemplo, vai anunciar nesta quarta-feira (12) mudanças para e eventos e aglomerações.

Queiroga se reuniu nesta terça com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para tratar de medidas para o enfrentamento à pandemia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui